Estudos e Reflexões

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

HIPOCRISIA DO CULTO A DEUS

      
                                HIPOCRISIA
                                          DO CULTO A DEUS

                                                 “AI DE VOS ESCRIBAS HIPÓCRITAS,
                                                                        PORQUE DAIS O DIZIMO DA
                                                                       HORTELÃ,DO ENDRO E DO
                                                                       COMINHO E TENDE
                                                                       NEGLIGENCIADO OS PRECEITOS
                                                                       MAIS IMPORTANTES DA LEI, A
                                                                       JUSTIÇA E A MISERICÓRDIA E A FÉ;
                                                                       DEVEIS, POREM, FAZER ESTAS
                                                                       COISAS SEM TIRAR AQUELAS”
                                                                                                         (Mateus 23:23).

                 É muito triste quando presenciamos dentro das “IGREJAS” que se denominam “CRISTÃS EVANGÉLICAS” cenas grotescas de falta de reverencia a DEUS em “REUNIÕES” que nada tem de “ADORAÇÃO, CONTRIÇÃO E OBEDIÊNCIA A PALAVRA VIVA DE DEUS”.

A revista da EDITORA CRISTÃ RHÊMATA – Da Secretaria do Presbitério Leste Vale do Aço trás um artigo no Estudo 14 que tem como titulo OS PRINCÍPIOS DE LITURGIA DA IPB – Pagina 62 que diz o seguinte:
b) - POR NÃO SUPORTAR A PRESSÃO POR “CRESCIMENTO” – A liderança atual tem um principio para julgar um trabalho: se aumentou o número de pessoas o trabalho esta bem; se não aumentar o número de pessoas está mal.
Muitos líderes, por não aguentar esta pressão, acabam aderindo aos princípios da maioria: Afaste os bancos, aumente o som, cada um faça o que bem entender, “deixe o Espirito atuar”, decrete e determine as bênçãos, tome posse das mesmas e use a criatividade.
No final, no lugar de Deus, o homem passa a ser o grande centro, no lugar de adorar, ele passa a ser adorado.
]Tudo que acontece nestas reuniões tem um principio, um objetivo: atingir o homem, o grande alvo.
          Este pequeno tópico que retiramos desta revista nos mostra quão HIPÓCRITA é um “REUNIÃO” denominada “CÚLTICA” em uma “IGREJA”, ou melhor, dizendo “POR UMA IGREJA JÁ QUE SOMOS TEMPLO DO ESPIRITO SANTO” e que se “DENOMINA ou SE CLASSIFICAM” como “CRISTÃO” Servos de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
          Sabemos muito bem “CONFORME SOMOS INSTRUÍDOS ATRAVÉS DA LEITURA DA PALAVRA VIVA DE DEUS, A ESCRITURA SAGRADA” O QUE Deus “DETERMINA” (não pede, não deseja), mas exige daqueles que são “SELADOS” pelo Espirito Santo que foram “COMPRADOS” não por ouro ou prata, mas, PELO SANGUE REMIDOR DE JESUS como “PROPRIEDADE EXCLUSIVA DE DEUS “ADORE, E PRESTE-LHE CULTO COM TODA     REVERENCIA, RESPEITO e o  TEMA” ---
                                                               
                                                                 “NÃO TERÁS OUTROS deuses DIANTE
                                                                    DE MIM, NÃO FARAS PARA
                                                                    TI IMAGEM DE ESCULTURA, NEM
                                                                   SEMELHANTE ALGUMA DO QUE HÁ
                                                                   DA TERRA.NÃO AS ADORARAS, NEM
                                                                   LHES DARÁS CULTO; PORQUE EU
                                                                   SOU O SENHOR, TEU DEUS, DEUS
                                                                   ZELOSO, QUE VISITO A INIQUIDADE
                                                                   DOS PAIS NOS FILHOS ATÉ A
                                                                  TERCEIRA E QUARTA GERAÇÃO    
                                                                  DAQUELES QUE ME ABORRECEM”
                                                                                                         (Êxodos 20:2-5).

          O homem, mesmo sendo criado por Deus “CRIOU DEUS, POIS O HOMEM À SUA IMAGEM, À IMAGEM DE DEUS O CRIOU; HOMEM E MULHER OS CRIOU”(Gn 1:27); antes mesmo de pecar, não poderia ser adorado, mas,  Deus os criou para serem seus adoradores nesta vida e pós morte.
          Conta-se uma historia a qual podemos exemplifica o que o titulo deste escrito esta expressando.

CONTO

Dois vizinhos tinham em comum uma paixão por animais de estimação; um tinha um cão enorme (DA RAÇA PASTOR ALEMÃO), era um cão muito dócil que estava sempre brincando com as crianças (DE SEU DONO E DO VIZINHO); porem o outro vizinho ainda não tinha adquirido um animal de estimação.
Certo dia, pressionado pelos filhos que (SEMPRE BRINCAVAM  COM O PASTOR ALEMÃO DO VIZINHO) disse:
-Papai, compre-nos um animalzinho de estimação, pois os nossos amiguinhos tem o seu e nos não temos.
O pai vendo nos olhos dos filhos o desejo de possuírem um animalzinho de estimação compra-lhes um coelhinho, branco, fofinho como todos os coelhos.
Mas, temendo que o pastor alemão o comesse decidiu fazer um cercado para proteger o coelhinho.
O vizinho vendo este preparativo disse-lhe:
-Para que o cercado, o cão não ira matar o coelhinho, pois vendo ele junto às crianças começara a brinca com ele e farão amizades.
Consentindo em tal afirmação do vizinho, dessitio do cercado.
O fato é que os animaizinhos como as crianças adaptaram-se em comum apesar da diferença de tamanho do cão e o coelho era viviam harmoniosamente.
Em uma 6ª Feira, o vizinho dono do coelhinho decidiu viajar subitamente; arrumaram as malas e partiram dizendo que voltaria na 4ª Feira.
Os dias passavam! E perceberam que o cão estava inquieto, farejava por todos os cantos da casa e do quintal; mas, acharam isto normal em um animal caçador.
Ao aproximar-se a 4ª feira, estando assistindo televisão com os filhos, eis que entra casa adentro o cão todo sujo de terra e tendo entre os dentes o coelhinho do vizinho.
Ficaram alarmados, pois havia dito ao vizinho que os animais seriam sempre amigos a despeito de um ser considerado caçador e a outra a cassa.
Tomados de súbita raiva,  tomaram o coelho da boca do animal e o espancaram e colocaram-na coleira e prenderam no quintal.
O animal que nunca tinha sido maltratado, e preso, começou a lamentar com grandes latidos e uivo próprio de um animal que sofre agressão humana.
Disse o pai:
--O que faremos? O vizinho chagará amanha cedo, e o que lhes diremos?
Então em comum acordo Pais e Filhos, tomaram o coelhinho, lavaram-no bem, secaram com o secador de cabelo, COLOCARAM PERFUME NO ANIMALZINHO, e colocaram-no na casinha onde ele sempre dormia; cruzaram suas patinhas de acordo que viram a posição que ele dormia, e voltaram para casa.
4ª Feira pela manhã, chega os seus vizinhos; bateram em sua porta e tristes relataram que o coelhinho havia morrido.
Os vizinho fazendo cara de espanto e tristeza disseram.
--Coitadinho do animalzinho, morreu com o frio desta noite.
Ai o vizinho dono do coelhinho então lhes disse:
--Não, ele morreu na 6ª feira passada, e ficamos tão tristes que resolvemos viajar imediatamente para não ficarmos mais triste ainda.
MORAL DA ESTORIA
O cão que sentindo falta do amigo farejou até encontrar o local em que ele fora enterrado, e escavando o chão retirou e levou a seus donos, talvez para mostra a sua tristeza pela perca de um amigo.
Agora machucado física e triste por ter apanhado e preso o cão jazia no terreiro sem ter culpa de nada, poderiam dar-lhe banho, perfuma-lo, acaricia-lo, mas mesmo assim continuaria com suas feridas internas.
          
          ASSIM É A HIPOCRISIA DO SER HUMANO, quando vêm que o seu OBJETIVO DE SER UM “GRANDE E ADORADO SER” com muitos a bajula-lo, não esta sendo CORRESPONDIDO ele idealiza “CULTO??”onde ‘ele’ é o centro das atenções e não o SENHOR DA IGREJA.

SOLI DEO GLORIA
Celso Lanes.